Blog posts

A situação de Rapa Nui (Ilha de Páscoa) em maio de 2015

A situação de Rapa Nui (Ilha de Páscoa) em maio de 2015

Chile, Ilha de Páscoa

Antes de uma viagem desse tipo tem que se preparar. Ainda mais quando se viaja com orçamento apertado, aí sim um bom planejamento pode fazer diferença no final.

Depois de ler um pouco em alguns blogs como o Desempacotados, o Muita Viagem e o RêVivendo Viagens, já estava preparada para os preços de aluguel de bicicletas, tours, comida, etc… E sabia que para a entrada em ‘O Rongo, Rano Raraku e Ahu Tongariki iria necessitar comprar um ticket de entrada ao Parque Nacional, que para estrangeiros custava o absurdo de USD 60. O absurdo fica ainda maior quando se escuta que o dinheiro não era investido em Rapa Nui e sim ia para a província de Valparaíso, onde pertence a ilha.

Ahu Tongariki
Ahu Tongariki

Inconformados com essa situação, os Rapa Nui decidiram expulsar a Conaf, que é órgão do continente responsável  pelos parques nacionais, da ilha, tomando para si o controle das atrações turísticas e derrubando a tal da taxa de USD 60 para os gringos. Ponto positivíssimo para a minha economia de guerra.

Para desenvolver a economia da ilha voltada ao turismo e para assegurar que o conhecimento fosse passado de maneira mais homogênea e correta, o acesso a esse pontos seria possível apenas com um guia local. Criaram barreiras pela estrada, onde controlam a passagem dos turistas e incentivando com que se entre a esses locais apenas com gente da ilha. Alguns controles não deixavam avançar carros sem Rapa Nui, mas isso não era homogêneo, ainda não deu pra notar um padrão.


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


Ahu Akivi
Ahu Akivi

Ideia excelente, mas aí acaba ferrando um pouco o ponto da economia se você tiver que contratar sempre um guia (e gente como eu que odeia tour).

O preço dos tour giram em torno de:

– Tahai, Ana Kai Tangata, ‘O Rongo e Rano Kau: CLP 20000 (das 9:30 as 13:00)

– Rano Raraku, Ahu Tongariki e Te Pito Kura, Anakena e Ahu Nau Nau: CLP 40000 (das 9:30 as 17:30)

– Ahu Vinapu, Puna Pau, Ahu Akivi e Ahu Riata: CLP 20000 (das 15:00 as 18:00)

– Ahu Akapu, Ana Te Pora, Ana Kakenga e Ahu Tepeu: CLP 30000 (das 9:30 as 13:00)

Todos esses nomes estranhos tão te confundindo? Calma! Esse é o primeiro de muitos posts sobre a ilha 😉

Na teoria, obrigatoriamente para ‘O Rongo, Rano Raraku e Ahu Tongariki precisa-se acessar com alguém da ilha. Se você não tiver a sorte que eu tive de conhecer alguém da ilha, vai desembolsar CLP 60000 só com esses passeios ou tentar a sorte nos controles, que não são tão rígidos assim.

'O Rongo
‘O Rongo

Possivelmente essa situação vai mudar nos próximos meses, então se alguém tiver novos dados, avisa a gente pra manter as infos atualizadas 😉

Tá indo para a Ilha de Páscoa? A nossa recomendação pra casais são as Cabañas Tuava. Reserve aqui pela Booking e não pague nada a mais por isso 😉

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou - só um pouco - no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

1 Comment

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *