Blog posts

Subindo o vulcão Quetrupillán em Pucón

Subindo o vulcão Quetrupillán em Pucón

Chile, Pucón

É, amiguinhos, muitos de vocês lembram da erupção do Villarrica, que agora no começo de 2015 deu as caras, lava pra todo lado e fumaça que se espalhou por Chile e Argentina. Em junho de 2015 ainda se tinha resquícios, o acesso ao vulcão está super restrito, só se consegue chegar a base. A famosíssima subida ao Villarrica está suspensa por tempo indeterminado.

E aí, quero subir um vulcão, que que eu faço?

Felizmente os guias de montanha encontraram uma opção bem massa pra substituir o fumacento Villarrica. O vulcão Quetrupillán está inativo e tem uma vista tão linda quanto a do primeiro (e se bobear até mais bonita).

escalando um vulcão

Escalando um vulcão: Como fazer?

Bom, nem cogite, vá atrás de uma agência em Pucón. O começo da trilha é longe da cidade e dentro de uma propriedade particular, não vale a pena financeiramente tentar fazer por conta. O tour custará cerca de 35000 pesos.


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


escalando um vulcão
Subiiiindo

Como é a subida?

O começo é bem fácil, uma caminhada de cerca de duas horas em um bosque. Siga o ritmo do grupo e aproveite, essa parte é coxa, rs.

escalando um vulcão

Quando começa a neve é que as coisas começam a ficar mais complicadas. Andar na neve cansa! E como é uma subida de vulcão, não tem parte tranquila, é pura subida mesmo. Cansa bastante, dói a perna e o joelho (que eu já tenho meio bichado, dessa história aqui… ).

A gente adora trekkings e adorou El Chaltén, na Patagônia Argentina.

O nosso guia (que aí tem a história sorte da viagem… O guia era meu host no CouchSurfing. Adivinha quem não pagou o passeio 🙂 ), fez diversas paradas pra gente respirar, comer, se hidratar um pouco.

No final eu já tava pedindo paradas a cada 5 minutos, hahaha, mas com foco se chega. Não é de extrema  dificuldade, mas também não é um passeio no bosque. Cansa e precisa de uma mínima condicão física. É sempre bom conversar na agência antes pra ter confiança, dar uma olhada nos equipamentos que eles oferecem e tirar todas as dúvidas.

escalando um vulcão
A cara da mentira, admito que tava tudo doendo já hahaha

E a descida? Skibunda!

Mas não o caminho todo 🙁 tem bastante pedra, não rola um caminho supermarcado pra escorregar. Mas já poupa bastante tempo de descida, e é bem mais fácil do que descer andando, trust me.

Siga a gente no Insta @omelhormesdoano

Dá uma olhadinha nesse vídeo que meus amigos franceses do Objectif Terre fizeram da nossa subida. Aproveita e passa no blog também, que é em francês (mas aí o google tradutor ajuda hahah) que tem tudo da lua de mel de um ano pelo mundo 🙂

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou - só um pouco - no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

8 Comments

  1. Rozembergue
    12 de maio de 2016 at 18:10
    Reply

    Poxa, que maneiro!
    Quero muito voltar a Pucón para escalar um vulcão!

    • Camila Lisboa
      20 de maio de 2016 at 12:58

      O Chile tem tanto vulcão pra escalar que você pode escolher em que região quer fazer a subida, rs..

    • Fernando czimikoski
      17 de abril de 2017 at 21:35

      Olá, Tudo bem?
      Amando seu Blog, vim em busca de uma coisa e do nada ja mudei meu roteiro todo haha
      Estou indo agora em junho ao chile por 24 dias ( comemorar meu aniversário por lá)
      Dia 02 de junho vou para Santiago partindo de Florianópolis – dia 05 vou para o sul ( mudei porque eu ia para o norte.
      Vi alguns preços de onibus e a ida e super tranquila ( não tenho medo de 20 horas de onibus)
      Não sei se tenho todo essa força para subir um vulcão ( mas desejando muito)
      a uma olhada rápida vou de santiago – chillan – temuco – valdivia – puerto varas – pucon e assim volto para santiago.

      sabe me informar quantos dias ficar em cada lugar?

      agradeço as informações desde já.

    • Camila Lisboa
      18 de abril de 2017 at 14:45

      Oi Fernando! Depende do que você quer fazer… te recomendo que coloque as ideias num excel e aí comece a planejar 🙂 qualquer coisa me manda um email, que fica mais facil (camila@omelhormesdoano.com).

      E acrescenta Chiloé no roteiro, essa ilha é demais 🙂

  2. Brenno Soares
    27 de junho de 2017 at 06:04
    Reply

    Oi camila, tudo bom? MARAVILHOSA suas dicas, estou acompanhando tudo, vou santiago, val paraiso, vina del mar, atacama e pucon, vão ser 18 dias de viagem, em relação a esse passeio, o valor da roupa e equipamento, ja estao incluisos no passeio ou não?

    • Camila Lisboa
      28 de junho de 2017 at 12:51

      Já sim, mas acho que subiu um pouco o preço. O Villarrica está entre 65 e 80 mil pesos chilenos a subida =/ O Quetrupillan sai sempre um pouco mais barato.

      Obrigada pelo elogio 🙂

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *