Blog posts

Roteiros para a Ilha de Páscoa: 2 roteiros para ajudar seu planejamento

Roteiros para a Ilha de Páscoa: 2 roteiros para ajudar seu planejamento

Chile, Ilha de Páscoa, Roteiros de viagem

Tá, todo mundo aqui sabe que eu viajo devagar (quase parando) e acabei ficando duas semanas na Ilha. Não te digo pra seguir meus passos, mas também não recomendo encurtar muito a viagem. 5 dias é o mínimo 🙂

Minha sugestão para um roteiro mais compacto seria:

Dia 1: os voos para a Ilha de Páscoa normalmente chegam a tarde, assim que você já teria um dia ‘meio morto’. A pedida é conhecer o Museu Antropológico Sebastian Englert, que é uma visita rápida, de cerca de uma hora, e te ajuda a se ambientar com a cultura e história da Ilha. E é de graça 🙂 Para o fim de tarde, a pedida é o por do sol no Ahu Tahau, que fica bem próximo do museu. Para fechar o dia de imersão na cultura Rapa, uma ótima ideia é ir ao Vai te Mihi ver uma típica apresentação de dança folclórica.

IMG_0281

Dia 2: ponha as pernas para se mover! A pedida é seguir os nossos passos (desses posts aqui e aqui) e explorar a parte central da ilha em bicicleta. Comece por Ahu Tahai e vá seguindo pela costa, feche o passeio ao fim do dia por Ahu Akivi. Não se esqueça de levar água e uns sanduiches.

Ahu Akivi
Ahu Akivi

Dia 3: depois da bicicleta um descanso merecido. Conhecer a linda praia de Anakena e aproveitar o dia por lá, afinal, ninguém é de ferro.


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


image

Dia 4: Orongo é o centro cerimonial mais importante da ilha, um lugar cheio de história e uma vista incrível, dedique seu dia a subir o vulcão, contorná-lo e aprender um pouco mais da história Rapa Nui.

image

Dia 5: o melhor pro final. Acordar cedo, mas cedo meeeeesmo, e ir direto ao Ahu Tongariki, pra ver um nascer do dia em um lugar absurdo. Com o sol alto, vale a pena seguir para o vulcão Rano Raraku, a fábrica de moais.

Se você puder estender por mais 2 dias, temos sugestões também!

Dia 6: Ovahe é a praia mais vazia da Ilha e tem uma areia rosada, coisa que eu nunca tinha visto antes. Vale a pena conhecer essa região e aproveitar para ver os vários moais perdidos por esse lado da costa.

Dia 7: De cima do vulcão mais alto da ilha, observar a beleza de tudo. Aproveite também em ajudar uma beleza de projeto, o Toki, que é uma escola de música para as crianças Rapa 😉

image

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou - só um pouco - no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

6 Comments

  1. elizabeth
    11 de dezembro de 2015 at 12:27
    Reply

    Gostaria de saber gasto total com este roteiro.

    • Camila Lisboa
      11 de dezembro de 2015 at 14:22

      Oi Elisabeth, obrigada por ler o blog.

      Seguinte… gastos depende de cada um, certo? Não sei se você viu um outro post que a gente falava de Como Economizar na Ilha de Páscoa, mas lá a gente dá dicas de economia. Eu consideraria pelo menos 30 dólares por um quarto compartilhado por dia, os 60 dólares de entrada na Ilha e cerca de 15 dólares por refeição, isso se não for cozinhar por lá. De passeio que eu acho imperdível e tem que pagar, é só o táxi para a praia de Anakena (que sai 20 dólares pra te levar e te buscar no final da tarde.

      Aí é só ficar de olho em uma boa promoção de voos 🙂

  2. Luciana
    10 de maio de 2016 at 10:51
    Reply

    Olá!
    Você sugeriu dois roteiros.
    Mas só estou vendo um.
    Onde está o segundo roteiro que seria menos compacto.

    • Camila Lisboa
      20 de maio de 2016 at 13:03

      Oi Luciana! O roteiro básico é o de 5 dias, com o roteiro completo, agregando o dia 6 e 7. Não acho que comprimindo as atividades dos 7 dias em 5 ficaria bom, você veria tudo correndo e seria muito cansativo (o que não combina EM NADA com a ilha) 😉

  3. Luciana de Campos Assis
    12 de novembro de 2016 at 08:42
    Reply

    Ca parabéns pelos roteiros, estão ótimos! Página salva nos favoritos para me ajudar a organizar uma viagem pra lá.

    • Camila Lisboa
      12 de novembro de 2016 at 17:10

      🙂 é um lugar lindo lindo! Você vai amar!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *