Blog posts

Johnny Cay e Acuario – os IMPERDÍVEIS em San Andres

Johnny Cay e Acuario – os IMPERDÍVEIS em San Andres

América do Sul, Colômbia

Ahhh San Andres. Aquele paraíso que eu sonhei tanto, mas tanto (viver quase na Patagônia faz com que a gente sinta MUITA falta de praia…) e que se tornou realidade em agosto. E um dos lugares que faz com que San Andres seja tão paradisíaco é Johnny Cay (se pronuncia Johnny Quí 😉 ) uma ilha bem pequenininha que vale (E MUITO) a visita.

Os tours a Johnny Cay

Chegando em San Andres vocês vão perceber logo que muitas, mas muitas pessoas vão te oferecer esse tour, mas existem algumas diferenças.

Pra estar mais feliz em Johnny Cay, só se eu tivesse morena e não vermelha =P

Tour a Johnny Cay > Esse vai somente para essa ilha, normalmente sai entre 9 e 10 da manhã e volta entre 3 e 5 da tarde, dependendo do combinado.

Tour a Johnny Cay + El Acuario > A ordem depende do tour que você pegar, mas esse tour passa a parte da manhã em uma das atrações e a tarde em outra, voltando pra San Andres entre 3 e 5 da tarde.

Um dos motivos de chamar El Acuario é a transparência dessa água!

Tour a Johnny Cay + El Acuario + Haynes Cay > Essa última atração é uma outra ilha que está em frente a El Acuario, e dá pra atravessar andando de acordo com a maré. A diferença desse para o anterior é que te dá mais tempo em El Acuario, o suficiente para ver os peixinhos de lá e cruzar para Haynes Cay andando e voltar. No geral, volta para San Andres às 5 da tarde.

Lá no fundo está Haynes Cay – a uma caminhadinha pelo mar de distância 😉

Tour a Johnny Cay + El Acuario + Mantarrayas -> Esse acrescenta a visitação a uma área onde tem muitas, mas muitas arraias. Eu nem cogitei pegar esse passeio, já que a propaganda principal é a fatídica foto com as arraias na mão, coisa que eu sou totalmente contra… Aí vai da sua vontade e consciência, né 😉


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 10% de desconto em qualquer compra!


Como foi o tour a Johnny Cay e Acuario

Fui convidada pela Colombia4U para fazer esse passeio e vou contar pra você como foi 🙂

Primeiro, é ótimo porque me mandaram um voucher do passeio avisando que às 9 da manhã iam me buscar no hostel e 10 pras 9 já estavam lá me esperando e fomos para o porto, de onde sai o passeio.

Ponto positivo 1) eles vão te buscar, independente de onde você estiver hospedado na ilha! Tem vários hotéis, hostéis e pousadas que ficam bem longe do porto, viu!

Chegando no porto os barcos foram organizados (eram dois) e rapidinho saímos para Johnny Cay e, o melhor de tudo, fomos os primeiros a chegar na ilha! o/

Dando a volta na ilha de Johnny Cay e perdendo o ponto de partida de tão pequena que é!

Ponto positivo 2) chegar antes foi a melhor coisa desse passeio! Como eu falei, Johnny Cay é MINÚSCULA e vai muita gente pra lá… se chegar tarde, vai ficar com a impressão de muvuquinha… Chegando cedo deu pra aproveitar pra dar a volta na ilha sem ter ninguém pra atrapalhar a foto!

A volta na ilha? Demorei 10 minutos! =X

É tão pequena que até passei do ponto que tinha deixado as coisas!

Dica 1) Não se iluda com o povo tentando te alugar uma barraca/guarda-sol, se você andar 5 minutos encontra umas piscinas naturais na parte de trás da ilha que tem uma sombrinha 🙂 (eu tive que alugar porque eu tava VERMELHA DEMAIS, mas isso é assunto pra outro post). A barraca com espreguiçadeira custa 20, com cadeira 15 e com uma cadeira e uma espreguiçadeira, 25).

Essa é a parte da ilha que o mar é mais mexido – mas até eu, que não sei nadar. entrei feliz e contente!

O que fazer por lá? Aproveitar a praia, óbvio! Tem vários pontos que dá pra ver muitos peixes, tem piscinas naturais pra quem prefere águas mais calmas (bem de frente pra onde estão as barracas é bem mexido o mar!), tudo depende do seu gosto 🙂 Ah, no tour tava incluído um drink (que pode ser não alcoólico também!)

Fiquei por lá até meio dia e achei ótimo! O sol tava pegando e a fome batendo… aí seguimos para a próxima parada, El Acuario.

Chegando lá em El Acuario antes de todo mundo e aproveitando a praia SOZINHA

El Acuario e os peixinhos

O peixão no prato (com patacones, arroz de coco e salada) tava a minha espera lá no quiosque que está no El Acuario. Só descemos do barco, fomos pra lá e já tava servido 🙂 Só peguei uma cervejinha (que também estava incluída!) e pronta para continuar esse dia maravilhoso!

El Acuario é o lugar onde tem muitos, mas muitos peixes pra ver! Leve o ser snorkel (em San Andres vende baratinho, não passa de 20 reais) e a sapatilha de neoprene (tem muuuuuitos corais, melhor não arriscar e cortar o pé!) e passe muito, mas muito protetor solar nas costas!

Procurando os peixinhos (sem o snorkel que ficou no hostel =X )

Dica 2: A ilha é SUPER PEQUENA. Eu, que não sou a louca do snorkel =x (já contei mil vezes que não sei nadar, certo?) acabei fazendo amizade com um pessoal na praia e deixei as minhas coisas na areia mesmo e a gente ia ‘revezando’ para cuidar de tudo. No fim, era neura de paulistana mesmo porque é bem tranquilo por lá! (Mas se neurar mesmo, tem locker pra guardar tudo e te cobram 10 reais mais ou menos).

Quanto tempo é o tour?

Às 3:30 estávamos voltando para San Andres e as 4 da tarde eu já estava de volta no hostel. Foi ótimo porque eu sou daquelas que se cansa de praia… rs… Já tava desesperada por um super banho gelado e um cochilo! =)

Como agendar?

O mais fácil é que dá pra fazer tudo pelo site e se despreocupar! Dá uma olhada aqui nesse tour e nas outras opções que a Colombia4U oferece!

Um brinde a esse passeio LINDO!

Essa viagem foi feita em parceria com o Colombia4U. Mas não é por isso que deixo de dar minha opinião sobre os serviços! Pode confiar!

 

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou - só um pouco - no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

24 Comments

  1. Ruthia
    28 de setembro de 2017 at 18:23
    Reply

    Camila, o seu vermelhão fez um contraste lindo com o azul do mar, haha. Brincadeiras à parte, que sortuda chapinhar (ia escrever nadar mas… ) nessas águas cristalinas. As fotos estão maravilhosas, querida.
    P.S. Os turistas a mexer com o animais por uma foto nas redes sociais também me irritam profundamente

    • Camila Lisboa
      29 de setembro de 2017 at 14:12

      Menina, eu fico possuída quando vejo essas fotos com bichinhos =/ me dá o maior dó!

  2. Fábio Junior Alves
    28 de setembro de 2017 at 23:34
    Reply

    San Andres está em nossos planos e este post caiu como uma luva já que Johnny Cay é imperdível, Por isto que gosto tanto deste blog <3

    • Camila Lisboa
      29 de setembro de 2017 at 14:12

      =) obrigadaaa!! Fica de olho que vem mais post por aqui 😉

  3. Gabriela torrezani
    29 de setembro de 2017 at 06:12
    Reply

    Que delicia Cá!!!! Acompanhei as fotos durante a viagem e tava morrendo de inveja Branca! Com esse post super completo entao, nem me fala! Que água transparente aaaaa!!!!

    • Camila Lisboa
      29 de setembro de 2017 at 14:11

      Ahhh que saudades de San Andres, Gabiiii!

  4. Thiago
    29 de setembro de 2017 at 12:44
    Reply

    Estava justamente procurando relatos sobre San Andres e o seu está muito bom. Adorei saber um pouco mais sobre Johnny Cay! Parabéns pelo post.

    • Camila Lisboa
      29 de setembro de 2017 at 14:11

      Obrigada! E fica de olho que vai sair um monte de posts de San Andres e Providencia!

  5. Christian Gutierrez
    29 de setembro de 2017 at 14:44
    Reply

    San Andres é um sonho, está na lista de lugares para conhecer no mundo, vendo suas fotos deu mais vontade.

    • Camila Lisboa
      29 de setembro de 2017 at 19:56

      É um lugar imperdível mesmo! E olha… Providencia consegue ser mais linda ainda!

  6. Adriana Magalhães
    2 de outubro de 2017 at 12:06
    Reply

    Nossa, Camila! Que TUDO esse passeio. Essas águas transparentes do Caribe são demais mesmo né??? Tudo a ver com Chiloé né kkkkk

    • Camila Lisboa
      5 de outubro de 2017 at 14:01

      ahahahah é o sol que eu vou buscar nas minhas férias da chuva em Chiloé =P

  7. Viajante Comum
    2 de outubro de 2017 at 12:44
    Reply

    Camiisss! Eu acompanhei essa sua viagem linda pelas redes sociais e amei total!! Adorei saber dos tipos de tours! Vou ficar com o Tour a Johnny Cay + El Acuario + Haynes Cay porque é mais a minha cara! Matou a vontade de praia, criatura? rs…

    • Camila Lisboa
      5 de outubro de 2017 at 14:02

      Ah, deu pro gasto.. mas fiquei vermelha demais! Era falta de sol, rs…

  8. Zelinda Arêas
    2 de outubro de 2017 at 16:29
    Reply

    Cara, adoro seu blog e sua escrita! Que passeio mais gostoso! Adorei as dicas de tours, confesso que não sabia que tinha tanta oopção, e adorei a dica da empresa. Muito cômodo e eficiente! San Andres tá na lista, mas só para 2018 😉

    • Camila Lisboa
      5 de outubro de 2017 at 13:57

      Ah. mas 2018 já tá aí, vai 😉

  9. Maíra Silveira
    2 de outubro de 2017 at 16:54
    Reply

    Gostei do passeio! E achei especialmente interessante que eles buscam no hotel que você está, show! Sobre a vermelhidão, normal, eu também fico assim! Triste! hauhahu

    • Camila Lisboa
      5 de outubro de 2017 at 14:00

      Nem o protetor 60 aguentou hahaha

  10. Gabriela Torrezani
    3 de outubro de 2017 at 15:01
    Reply

    Meu deus, Ca, que lugar PERFEITO! Fico vendo as fotos dessa agua transparente e babandoooo… eu adoraria morar nesse “aquario”, isso sim! hehhahha obrigada pelo post, agora ja sei que jhonny “quí” é imperdível 🙂

    • Camila Lisboa
      5 de outubro de 2017 at 13:56

      É, se falar johnny quéi ninguém tem entende, viu ahhahah

  11. Gisele Rocha
    3 de outubro de 2017 at 16:44
    Reply

    Cé loca, como que cansa de praia? Ainda mais no Caribe? Hahaha
    Sobre o passeio que vc eliminou logo de cara, eu também sou dessas. Tem contato com animal? Passo!
    Esse negócio de nadar com porcos, tubarões, arraias… isso não é natural, então logo se vê que “alguma coisa de errada não está certa” na rotina dos bichinhos. Ou estão dopando, ou estão treinando de maneiras duvidosas.

    • Camila Lisboa
      5 de outubro de 2017 at 13:55

      Exato… e vi tanta gente mó feliz indo lá tirar foto e eu revirando os olhinhos de raiva!

      Ah, e canso de praia sim! Esse tom branco patagônia não se mantém assim sem esforço =P

  12. Edson
    5 de outubro de 2017 at 06:27
    Reply

    Má quê lugá lindo hein Camila! 🙂 Já estamos entrando na fase do frio e dá uma tristeza ver essas fotos, viu… rs

    • Camila Lisboa
      5 de outubro de 2017 at 13:56

      Eu to entrando na fase menos frio, mas nunca chega nem perto dos 30 e tantos que fazia por lá =/

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *