Blog posts

Museu do Futebol: imperdível em São Paulo

Museu do Futebol: imperdível em São Paulo

Brasil, São Paulo

Mesmo se você não saiba o que é impedimento, a diferença entre 4-4-2 e 4-3-2, não tem ideia do que faz um volante (não é o do carro que estou falando!), mas gosta da emoção de um jogo de futebol e/ou lembra com carinho da Copa do Mundo de 94 – meu caso – essa é a sua chance de sair mais entendedor do esporte nacional. E se já entende de futebol, vai relembrar momentos incríveis e ver/ouvir e voltar no tempo com gravações e vídeos antigos no Museu do Futebol.

E é um dos museus que você não pode perder quando for à São Paulo. Viaje com a gente nessa Blogagem Coletiva da RBBV!

Bora?
Bora?

O Museu do Futebol

O Museu do Futebol foi inaugurado em 2008 e fica dentro do Estádio do Pacaembu.

E é completíssimo! Mais até do que eu imaginava.

Você já começa recebendo as boas vindas ao museu pelo Rei Pelé! Me senti privilegiada :) (e ri demais das saudações em espanhol e inglês!).

O primeiro corredor que você passa é o pé na bola… onde você já sente o carinho que a gorducha vai ser tratada.

Os anjos, deuses...
Os anjos, deuses…

E já dá de cara com a sala Anjos Barrocos, onde 25 gênios do futebol que atuaram no Brasil são expostos em fotos em tamanho natural. A ideia foi de “santificar” esses deuses. A sala é linda!

Pra mim uma das partes mais bem pensadas foi a seguinte, onde você podia escolher o narrador que conta qual gol e o porquê ele foi o mais marcante da carreira. É de arrepiar! E junto tem a estação de rádio, onde você pode sintonizar de acordo com o ano e escolher a narração que quer ouvir.

De arrepiar também é quando você sobe para o segundo piso. A subida é debaixo das estruturas do próprio Pacaembu e a sala Exaltação foi muito, mas muito,  massa. Você vai subindo e escutando os gritos das torcidas que estão sendo projetadas nas estruturas das arquibancadas. É pra se sentir dentro de um jogo. Muito foda!

Museu do Futebol

No segundo piso começa um pouco da história, onde fala sobre como o futebol foi trazido para o Brasil, de como somente a elite branca era privilegiada com o prazer de jogar e assistir. Impensável isso agora né? Ufa! Mas na época do Charles Miller, quando o jogo chegou no Brasil era top do top da elite. E assistir um jogo era tão chique como ir a um desfile de modas.

Museu do Futebol

As salas são muitas – 18 no total – e a Rito de Passagem é uma que deu até ‘coisas’. O vídeo contando a história do Maracanaço, em 1950, é o ritual de passagem para a história das copas, que é muito bem contada nos totens que vem na sequência. Cada copa é linkada com a situação histórica e política da época no Brasil e no mundo. E sim, tem a copa de 2014 lá (ao som de Mc Guimé!).

E quem lembra da Copa de 94? Pra mim foi a mais marcante de loooonge!

A primeira Copa a gente nunca esquece!
A primeira Copa a gente nunca esquece!
E teeeeeeeeeeetra!
É teeeeeeeeeeetra!

Quer aprender sobre futebol? Esse é o lugar! Desde números e curiosidades, até as regras básicas e passando por sistemas táticos (com pebolim!), tudo tudo tudo bem explicadinho no Museu do Futebol.

Museu do Futebol

E o espaço é todo interativo: dá pra jogar com os amigos em um campo projetado no chão – e a bola é projetada também, dá pra bater penalti e saber a velocidade da bola, dá pra brincar de pebolim. Diversão garantida!

Vá com tempo e pique, o Museu do Futebol é grande e toma tempo, mas não é cansativo – é um dos museus mais bem estruturados que eu fui no Brasil. O tempo passa voando, é uma delícia de passeio!


Use os nossos parceiros para viajar tranquilo e ajudar o OMMDA:

BookingReservando com esse link aqui da Booking, você não pagará nada a mais por isso e nos ajuda (e muito) a manter o blog!

Anonymous-aiga-first-aid-bg-300px A Real Seguros é um comparador de Seguros Viagens e com o nosso link você já ganha 15% de desconto em qualquer compra!


Quem lembra da Jabulani?
Quem lembra da Jabulani?

Como chegar?

O Museu do Futebol fica próximo à estação Clínicas do Metrô (linha verde). No site até fala pra ir de ônibus de lá, mas olha… É um caminhada curta, vá a pé mesmo!

Museu do Futebol

Quanto custa?

É barateza! R$9.

Museu do Futebol

Eu sou fanática por futebol – e são paulina – e esse museu é muito muito legal independente se você entende ou não do assunto. Por falar da história do jogo, mas não esquecer de relacionar com a história HISTÓRIA mesmo é completo… Dá pra entender os contextos de algumas Copas do Mundo e ver além do já conhecido. Vá com calma, o museu tem MUITA COISA e não dá pra ir com pressa não!

E na blogagem coletiva #MuseumWeek tem muito post bacana de museus ao redor do mundo! Viaje com a gente nesses links:

Geral

A Fragata Surprise – Casas-museus: a vida cotidiana de gente muito especial

Despachadas – 5 Museus Interativos ao redor do mundo

 

Europa

Alemanha

Tá indo pra onde? – Ilha dos Museus

Viajoteca – 5 museus inusitados em Berlin

Pelo Mundo Com Vc- Museu do Holocausto ou Memorial aos Judeus Mortos da Europa

Já Fomos – Visitando o Campo de Concentração em Dachau

Pequenos pelo Mundo – Museus de  Automóveis na Alemanha

A Li na Alemanha – Museu Mercedes-Benz

Bulgária

Escolho Viajar – Museu Nacional de História Militar

Espanha

Virando Gringa – Museo Atlantico

Comendo Chucrute e Salsicha – Museo de Artes y Costumbres Populares de Sevilla

Esto Es Madrid, Madrid – Museo de Altamira

Sol de Barcelona – Museu Joan Miro

França

Viagem LadoB – Museé D’Orsay

A Path to Somewhere – Centre Pompidou

Destinos por onde andei… – Louvre

Direto de Paris – Musée Rodin

SOSViagem – Museu do Louvre X Museu d’Orsay

Apure Guria – Antigo Egito no Museu do Louvre: incrível!

Grécia

Viaje Sim! – Museu Arqueológico de Delos

Fourtrip – Museus de Atenas

Holanda

Novo Caroneiro – Sexmuseum

Hungria

Juntando Mochilas – Museu do Terror

Irlanda

The Life of isa – 4 museus gratuitos em Dublin

Itália

Passeios na Toscana – Palazzo Pitti

The Nat’s Corner – Pinacoteca de Brera

Vou pra Roma – Museus do Vaticano

Roma Pra Você – Galleria Borghese

Grazie a Te – Corredor Vasariano

Malta

Viagens Invisíveis – Palácio dos Grandes Mestres e Armaria

Reino Unido

No Mundo da Paula – Museum of London

Vamos Viajar – British Museum

Segredos de Londres – Victoria and Albert Museum

Mochilão Barato – Madame Tussauds

República Tcheca

Trilhas e Cantos – Museu do Comunismo 

Rússia

Love and Travel – Museu Hermitage – Rússia

Viajei Bonito – Museu da Vodka

Suécia

Viajar pela Europa – Museu Vasa de Estocolmo 

Suíça

Carta sem Portador Fondation Gianadda

Turquia

Viagem a Dois – Palácio Topkapi

Travel with Pedro – Museu de Arte Islâmica e Turca

 

América do Sul

Argentina

Sonhando em Viajar! – Buque Museo Fragata A.R.A. “Presidente Sarmiento” 

Brasil

Coisos on the go – Inhotim

E aí, Férias! – Museu Imperial

Outro blog – Museu do Amanhã

#KariDesbrava – Museu Nacional de Belas Artes

Cantinho de Ná – Museu do Frevo

De Cá Pra Lá – Museu Palácio dos Bandeirantes

Viagens que Sonhamos – Fundação Iberê Camargo

Nativos do Mundo – Museu da República

Atravessar Fronteiras – CCBB – DF

Embarque neste blog – Museu Casa Guilherme de Almeida

Vida de Turista – Museu de Ciências e Tecnologia da PUC-RS

Mel a Mil pelo Mundo – Museu Julio de Castilhos

Devaneios de Biela – Museu Oscar Niemeyer (Museu do Olho)

Tirando Férias – Museu de Zoologia da USP

Viagem em Detalhes –  Museu Catavento – Espaço Cultural da Ciência

D&D Mundo Afora – 9 museus no Brasil

Estrangeira – Museu Histórico de Alcântara 

Viajar hei – Os melhores museus para levar as crianças entre Rio e São Paulo

Chile

Gastando Sola Mundo Afora – Museo Chileno de Arte Precolombino

Peru

De Mochila e Caneca – Museu da Inquisição

 

América do Norte

Estados Unidos

Família Viagem – Fernbank Museum of Natural History

Janela para o Mundo –  Graceland

RenataPereira.tv – Bibliotecas e Museus presidenciais nos EUA

Aquele Lugar – Museu do Ar e Espaço

Fica Dica Viagens – Vizcaya Museum

Casal Califórnia – Museus no Balboa Park

Malas e Panelas – The Broad Museum

Felipe, o pequeno viajante – Museu de Anchorage, Alaska

Ideias na mala – Melhores Museus de San Francisco 

México

Viagem de Fuga – Museu Frida Kahlo

Uzi Por Aí – Museu Soumaya

EU SOU À TOA – Casa-museu de Frida Kahlo e Casa-estúdio de Diego Rivera

Asia

China

Like Wanderlust – Museu Qin e os Guerreiros de Terracota

Vietnã

Brazuka – Museu da Guerra (War Remnants Museum)

Japão

A Aventura Começa – Museu Meijimura

 

Oceania

Australia

Coordenadas do mundo – Museu de Arte Contemporânea

 

About the author

Viciada em viajar, mas que sossegou - só um pouco - no Chile pra abrir um hostel. Já esteve em 9 países e 90 cidades fora do Brasil. Não sabe nadar (mas sabe andar de bicicleta). É facilmente comprável com doces e bom café. E é mão de vaca (isso é um dado importante).

45 Comments

  1. Fernanda Scafi
    28 de março de 2016 at 13:15
    Reply

    Daqui a pouco o museu faz 10 anos e eu ainda não fui!!! rs Pra quem já visitou o museu do rugby na África do Sul e lembra com carinho da copa de 1994 (eu tb!), tenho que ir né? É aquela velha desculpa de sempre, deixar o que está perto de casa pra depois…

    • Camila Lisboa
      28 de março de 2016 at 14:54

      Ô vergonha! (rs) Mas não posso falar nada porque fui esse ano só também =P

  2. Gisele
    28 de março de 2016 at 17:16
    Reply

    Fiz uma excursão para o Museu do Futebol na época da faculdade. Foi gostoso relembrar.

    • Camila Lisboa
      28 de março de 2016 at 17:57

      :) Obrigada por dar uma passadinha por aqui!

  3. Ana Christ
    28 de março de 2016 at 18:08
    Reply

    Pra mim, volante é o que faz o carro virar e bicicleta tem duas rodinhas e “professor” é quem dá aula de alguma matéria.
    É… acho que tô devendo uma visita ao Museu do Futebol! rsrsrs
    Bjo, Camila!

    • Camila Lisboa
      29 de março de 2016 at 12:23

      Kkkkkkkkk o museu vai te ensinar ATÉ o que é impedimento, Ana :)

  4. Gabi Torrezani
    28 de março de 2016 at 21:20
    Reply

    Caramba, tão perto de casa e nunca fomos! Vamos resolver isso o quanto antes. :) muito legal o post!

    • Camila Lisboa
      29 de março de 2016 at 12:33

      Vai sim, Gabi! Vai adorar! É um passeio super leve, uma delícia.

  5. Luciana Rodrigues - Roma Pra Você
    29 de março de 2016 at 06:05
    Reply

    Também adoro futebol (Mengoooo!) e esse deve mesmo ser um museu super legal, independente do time para o qual torcemos. Beijocas e parabéns pelo post.

    • Camila Lisboa
      29 de março de 2016 at 12:34

      Lu, obrigada pelo comentário :) é um museu que é tão delicinha de ir que o tempo passa voaaaaaaando!

  6. Ana
    29 de março de 2016 at 07:59
    Reply

    Oi Camila,
    Adorei o seu post.
    Já fui ao Museu do Futebol e levei meu marido que é italiano.
    Nós amamos! Vale a pena.
    Bjs,
    Aninha

    • Camila Lisboa
      29 de março de 2016 at 12:35

      Eu achei meio complicado pra “gringos” o museu já que quase tudo tava só em português =/ Vc fez as vezes de tradutora ou tinha áudio guia, Aninha? (ou o maridão já tá craque no português? :) )

  7. Dana
    29 de março de 2016 at 11:17
    Reply

    Oi Camila!
    Os homens daqui de casa iam ficar loucos com essa visita! Preciso programar e levá-los!!!

    • Camila Lisboa
      29 de março de 2016 at 12:36

      E as mulheres tb! É um super programa pra família inteira :)

  8. Alexandra
    29 de março de 2016 at 13:15
    Reply

    Camila adorei. Minha mãe foi e disse que esse tour é mto legal. Meu filho adora futebol e por onde passamos damos um jeito de conhecer algum estádio. Já está na lista! Parabéns pelo post.

    • Camila Lisboa
      29 de março de 2016 at 20:24

      Pode colocar na lista com gosto! De todos os museus sobre futebol que passei pelo Brasil e pelo mundo, é o melhor que fui :)

  9. Gabi Pizzato
    29 de março de 2016 at 13:36
    Reply

    Bem legal o post! Queria que o futebol nos desse mais emoções como estas nos dias de hoje, acho que estamos carentes, kkk…

    • Camila Lisboa
      29 de março de 2016 at 20:24

      Vamo combinar que futebol ultimamente anda complicaaaaado! Tomara que hoje não nos decepcione :)

  10. Simone Pequeno
    29 de março de 2016 at 13:53
    Reply

    Camila, adorei! Você conseguiu resumir o museu em uma única palavra: imperdível!
    É sensacional, até eu que não gosto muito de futebol, adorei visitá-lo e ainda arrisquei marcar um penalti! Acho que foi a menor velocidade de todos os tempos kkkkkkkkk

    • Camila Lisboa
      29 de março de 2016 at 20:23

      Eu errei o penalti! hahahah o goleiro defendeu!

  11. Renata Sucena
    29 de março de 2016 at 17:55
    Reply

    Nossa eu moro em SP e nunca fui! Me deu uma ótima dica!!
    Abraços!!

    • Camila Lisboa
      29 de março de 2016 at 20:22

      Vai mesmo, Renata! Te garanto que vai se divertir :)

  12. Nini Ferrari
    29 de março de 2016 at 19:36
    Reply

    Meu marido foi um tempinho atrás e falou super bem!! Pelas fotos parece ser bem legal mesmo…

    • Camila Lisboa
      29 de março de 2016 at 20:22

      Passeio muuuuuito gostoso, Nini! Pode colocar na lista que não vai se arrepender :)

  13. Nivia
    29 de março de 2016 at 22:19
    Reply

    Entrei sem expectativas neste museu e como ele me surpreendeu! Acho que tomos temos uma pitadinha de futebol na cabeça, rsrs

    • Camila Lisboa
      30 de março de 2016 at 12:59

      É isso mesmo, Nivia! Eu que adoro futebol mesmo assim não acreditava que ia ser tão bom :) Surpreendeu muuuuuito!

  14. Larissa
    30 de março de 2016 at 05:30
    Reply

    Sou fanática por futebol e são-paulina também! o/ Nessa parte da narração dos gols bem que podia ter a narração do penalti que a Itália perdeu também, né? Essa é a primeira copa que eu lembro também e a mais marcante.

    • Camila Lisboa
      30 de março de 2016 at 12:58

      Faltou, mas no totem de 94 tem o cláááássico “ééééé teeeeeeeetra”, pra matar a saudade!

  15. Sonia
    30 de março de 2016 at 11:38
    Reply

    Olha, eu que já não tenho mais paciência para futebol (nem acompanho mais) achei o Museu do Futebol excelente! Ótima dica e ótimo passeio para quem está em São Paulo :)

    • Camila Lisboa
      30 de março de 2016 at 12:56

      O futebol anda nos dando tanta desesperança (menina, o que eu sofri ontem oO), mas é uma paixãozinha que não acaba, pelo menos pra mim!

  16. Adriana Ramos
    30 de março de 2016 at 17:32
    Reply

    Na minha primeira visita a São Paulo fui neste Museu e adorei! Mesmo para quem não gosta de futebol vale a pena ir.

    • Camila Lisboa
      31 de março de 2016 at 15:40

      Vamos ajudar a convencer essa mulherada que não é programa de homem :)

  17. Rachel
    31 de março de 2016 at 10:35
    Reply

    É um dos meus museus favoritos em São Paulo. Muito interativo e divertido, né? :-)

    • Camila Lisboa
      31 de março de 2016 at 15:40

      Tão bom que quero voltar! :)

  18. Aline Dota
    31 de março de 2016 at 13:51
    Reply

    Camila também adorei esse museu!! A sala das Copas relacionando com acontecimentos da época achei bem legal!! :)

  19. Martinha Andersen
    2 de abril de 2016 at 05:48
    Reply

    Eu amo futebol.. sou aquela que se tiver chance, visita estádios.
    Ia adorar conhecê-lo. Parabéns pelo post.
    Beijos!

    • Camila Lisboa
      3 de abril de 2016 at 17:23

      Obrigada! (E eu sou igual :) )

  20. Katarina Holanda
    6 de abril de 2016 at 14:35
    Reply

    Nas vezes que fui em São Paulo, deixei passar o Museu do Futebol, me arrependo. :/ Parece muito legal!

    • Camila Lisboa
      7 de abril de 2016 at 12:42

      Tem que conhecer sim, Katarina :)

  21. Lais Cerullo
    14 de abril de 2016 at 15:53
    Reply

    Moro em São Paulo, mas nunca fui a esse museu. Uma das minhas resoluções de ano novo é visitá-lo esse ano. Ótimo post!

    • Camila Lisboa
      14 de abril de 2016 at 20:29

      Por favor, pode cumprir todas essas resoluções aí, Lais 😉

  22. Carolina
    3 de maio de 2016 at 22:28
    Reply

    Tenho que admitir que fui bem a contra-gosto, mas gostei bastante!
    Principalmente da parte em que mediam a força do nosso chute! hehe
    Adorei o post, parabéns!

    • Camila Lisboa
      5 de maio de 2016 at 22:54

      Eu chutei forte, mas o goleiro defendeu, hahaha

  23. Gustavo Dias
    15 de junho de 2016 at 22:21
    Reply

    Artigo muito bom e informativo, gostei! Parabéns!

    • Camila Lisboa
      16 de junho de 2016 at 21:46

      Obrigada pelo elogio :)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *